domingo, 15 de agosto de 2010

Capitulo 1 – Parte 4

Zachary cruzou as mãos. A aliança de casamento destacava-se em seu dedo.

- Providenciarei para que assim seja, pessoalmente.

- O que ele representa para você?

- É difícil explicar. Quero que me escute, Stuart. Há cinco anos que
trabalho para você. Com você. Sei que alguns serviços foram sórdidos e outros mais sórdidos ainda e também perigosos. Nunca lhe pedi nada, Mas agora peço: clemência para essa pessoa hipotética.

- Não posso garantir...

- Para mim sua palavra é garantia suficiente - interrompeu Zachary. -
Em troca, recuperarei o Rubens para você. E, melhor ainda, creio que
posso lhe assegurar um prêmio que proporcionará a força política
necessária para controlar uma situação crítica.

Spencer não teve qualquer problema para somar dois e dois.

- No Oriente Médio?

Zachary tornou a encher sua xícara. Deu de ombros.

- Em termos hipotéticos.

Independentemente da resposta, ele tencionava levar Stuart ao
Rubens e a Abdu. Apesar disso, nunca fora de mostrar as cartas em sua mão antes do momento final.

- Pode-se dizer que minhas informações servirão para que a
Inglaterra possa pressionar onde é mais necessário.

Spencer olhou firme para Zachary. Inesperadamente, haviam passado além da discussão sobre diamantes e rubis, crime e castigo.

- Está acima de seu nível, Zachary.

- Agradeço a preocupação. - Ele recostou-se, por sentir que a maré
começava a mudar. - Mas posso lhe assegurar de que sei exatamente o que estou fazendo.

- Está se metendo num jogo delicado.

O mais delicado possível, pensou Zachary. E também o mais importante.

- Um jogo que nós dois podemos vencer, Stuart.

Um pouco ofegante, Spencer levantou-se para abrir uma garrafa de
scotch. Serviu uma dose generosa, num copo pequeno, hesitou por um instante e depois despejou mais uísque num segundo copo.

- Agora, Zachary, conte-me o que você sabe. Farei tudo o que estiver ao meu alcance.

Zachary deixou passar um momento, avaliando as palavras.

- Porei em suas mãos a única coisa que tem importância para mim.
Lembre-se disso, Stuart. - Ele largou a xícara de chá e aceitou o copo
oferecido. - Vi o Rubens quando entrei na sala do tesouro do Rei Abdu, de Jaquir.

Os olhos normalmente controlados de Spencer arregalaram-se de
repente.

- E o que você fazia na caixa-forte do rei?

- É uma longa história. - Zachary ergueu seu copo, numa saudação para Stuart, depois tomou um gole grande. - É melhor começar pelo início, com Gina Hudgens.

---
Enfim, não deu pra postar antes, mas bls. Acho q vcs já devem ter percebido q na maioria das vezes q eu marco pra postar nunca posto ¬
Genteeee obrigada pelos comentários, estou com preguiça de falar ou digitar hj, tanto faz --', enfim, a Vanessa logo logo aparece, vou logo respondendo antes q vcs perguntem ;)
Tentarei postar logo, nao vou marcar dia pq eu vou acabar nem postando, enfim. 

beeeeeeeeeeeeeeeeeijos ;*

5 comentários:

baby boo disse...

aiiiiiii posta rapido por favor sua história ta linda to super curiosa!!!!! bjssssssss

♥amor eterno zanessa♥ disse...

oiie

eu ia ate te pergunta pq vanessa
nao tha aparecendo ai vooce boto dizendo que logo aparece "ta bom "

ai tha perfeito ......mara fixi...
genti to louca pra vanessa aparece ....

a vai la no meu blog ..vo começa uma historia nova ...
http://amorrzanessa.blogspot.com/..

e divulga pra mim tambem ....

amei o cap anciosa beijokas♥

Tainá disse...

o capitulo está perfeito
eu tmb ia pergunta sobre a vanessa e tals vai vc ja respondeu
o zac e casado ? O.O
adora a fic
posta mais
bgs;

Tiz ♥ disse...

ta lindoooo.

Toda vez que começo a ler o radio da minha cabeça aciona uma musica da máfia italiana pra mim ler escutando.
kkkk
Sério.
Ta lindo amor, tava ficando preucupada queria a Vanessa logo..
kk
Posttaaaaaaaaaa? Beijos *-*

Raphaella Vittz disse...

Ta perfeito o capitulo
Eu ja estou ficando morta de curiosidade pra ver quando a Vanessa vai entrar na historia voce vai me deixar maluca hahahahaha!
Posta rapido please!